quinta-feira, agosto 10, 2006

Tesão. Muito tesão.

Felicidade é chegar aos quase 30 e descobrir que ainda tem força e fôlego para fazer circo. Pelo menos pra mim, é assim. Tinha 15 anos que eu não subia em corda ou trapézio e achei até que não fosse conseguir. Mas a lembrança do momento de realização plena não saiu da minha cabeça todos esses anos. Nesse tempo, pelo menos uma vez por mês, eu sonhei que subia na corda, fazia truque no trapézio e me balançava lá em cima. Agora, que resolvi voltar a fazer acrobacia aérea, nem a TPM tem conseguido me tirar do sério. Além disso, haja abdominal e braço. É bom sentir o progresso na carne.
No primeiro dia, não foi fácil. Deu medo, eu velha ali no meio daquele monte de garotinhas saradinhas, sem saber onde colocar pé, mão, barriga - meu Deus, cada abdominal de matar! Mas o corpo é sábio e, aos poucos, um jeitinho, uma postura, a lembrança de um truque e tudo foi voltando à tona, como há 15 anos. É claro, que a essa altura, não serei uma circense, não vou concorrer ao teste do Cirque du Soleil... Mas ando bem feliz,com a superação semanal dos meus limites, com o meu corpo ganhando vida própria. Como é bom fazer exatamente aquilo que se gosta. Que tesão subir no tecido, virar de cabeça para baixo e me jogar lá de cima, num CABUM! com direito a grito gutural. Quero mais... E ainda vou comprar uma corda para instalar em casa... Doses extras de serotonina para alguém que tem déficit desta substância. Sensacional!

3 comentários:

Andre disse...

Muito bom poder sentir esta realização interna. Uma satizfação fisica e lúdica... Bem legal o texto e tudo q vc soube transmitir.
Bjs

Juba ::: disse...

Eita que delícia. Circo tea nos meus planbos também, mas antess tenho que perder o peso extra. 65 não me pertence, não pode pertencer. Que bom que vc está realizando seu sonho. E o parque, quando vamos?

Bianca disse...

Fico feliz por, finalmente, vc estar podendo se fazer feliz novamente... Após os tempos difíceis que vcs passaram, poder fazer coisas que vc realmente curte, num momento íntimo, seu, voltado para o seu prazer e realização pessoal é fundamental, estimulante e resgata vc própria... E não fique triste por seu metabolimo não ser o mesmo, pq sua memória corporal, a musculatura que vc trabalhou ao longo dos anos, só precisa ser estimulada para voltar ao que era... Só precisa de um pouco mais de tempo e paciência. Sendo assim, desejo a vc sucesso e mta força de vontade pra perseverar e não desistir, pq a saúde corporal não tem preço e é o que nos impulsiona a viver com qualidade ao longo dos anos.