terça-feira, agosto 15, 2006

Estréia no telão

Definitivamente, não vou lembrar da minha primeira experiência com cinema. Mas acabei de passar por uma que me pareceu a primeira de todas. Levei meu filho de quase 3 anos para ver Os Sem Florestas. O filme, não é nada demais, feito mesmo para a molecada. Mas a estréia do moleque no telão foi o máximo. Não vou esquecer nunca do frisson já na hora de comprar a pipoca. Ele intuía que aquela seria uma experiência ímpar para a vida dele e estava na maior expectativa. A gente entrou atrasado na sala - pq eu sou mesmo muito enrolada e estava sozinha com criança, combo de pipoca, balde de guaraná, casacos, bolsa e entradas. Já estava escuro e ele apertou forte a minha mão. Sentou na poltrona com o regalo de quem tem um espaço só pra si e ficou louco quando viu a supertela. "Mãe, mãe! Tem uma televisão muito grandona na parede toda!"Ele ficou quase que esmagado pela grandiosidade da tela, sentado na poltrona sem piscar o olho sequer. E entrou numas de comentar em alto som cada cena do filme. Precisei dar as primeiras noções de etiqueta no cinema e o filme foi inteiro com o olho grudado, balde de guaraná a tiracolo e pipoca por todos os lados, menos na boca.

O máximo! Me lembrou Cinema Paradiso. O tipo de experiência impagável. A nossa cumplicidade só aumentou e domingo que vem tem mais. Resumindo, arranjei uma ótima companhia para curtir o telão. É para isso também que servem os filhos. Para quem ainda não entendeu qual a graça de ter um filho, é essa...

2 comentários:

Juba ::: disse...

nossa, Pri, eu não lembro a primeira vez que eu fui no cinema, mas com certeza entre as lembranças memoráveis da minha Infância está a vez que fui com a minha mãe ver Amadeus... ainda lembro daquela figura criança com aquela peruca engracada e o adulto atormentado que dava gargalhadas escandalosas. Me marcou pra sempre.

Bianca disse...

Confesso que gostaria de ter visto a cena... lembro que quando criança, as poucas vezes em que fui ao cinema, sempre foram o máximo pra mim. Aquele era "o programa"... É muito bom ver as crianças descobrindo o mundo, cada coisa nova, um acontecimento, um aprendizado... E assim vamos formando o mundo de nossos filhos, que no ínicio, tem em nós o seu esteio, já que sua depend~encia e pouco conhecimento da vida, nos tornam indispensáveis nesta fase da vida... Que vc possa viver ainda muitas situações emocionantes como esta... bjs